Melatonina: Saiba por que e quando usá-la

A melatonina é uma substância cada vez mais presente em farmácias e lojas de produtos naturais. A procura por ela aumenta a cada dia.

Pessoas que sofrem com distúrbios do sono e problemas relacionados a ele encontraram nesse hormônio um aliado para a noite. No entanto, seu uso precisa ser moderado, pois, como toda substância, seu consumo exagerado pode causar efeitos colaterais.

Continue lendo esse artigo e confira as principais informações a respeito da melatonina, seu funcionamento, benefícios, indicações e muito mais!

O que é melatonina? 

A melatonina é um hormônio que nosso corpo produz de forma natural. No centro do cérebro, há uma pequena estrutura chamada de glândula pineal. Essa glândula é a responsável por produzir essa substância na ausência de estímulos luminosos.

No entanto, embora o corpo humano produz naturalmente a melatonina, essa não é a única forma de obtê-la. Cientistas já conseguiram sintetizar esse hormônio e agora você pode encontrá-lo em forma de suplemento em qualquer farmácia.

Para que serve a melatonina? 

Uma das suas principais funções da melatonina é regular o ciclo do sono. Além disso, esse hormônio atua também como antioxidante, reparando nossas células e combatendo os radicais livres no organismo.

Dessa forma, ela prepara o corpo para o repouso noturno, mantendo o ciclo de sono regular. Esse hormônio também pode ajudar no controle de problemas neurológicos, mediante recomendação médica.

Como funciona a melatonina? 

Ao escurecer, o nosso cérebro identifica a diminuição dos estímulos luminosos e avisa a glândula pineal, que começa a produzi-la. Ao ser lançada na corrente sanguínea essa substância entra em contato com as células, induzindo o sono. 

Assim, a melatonina sintética é igual ao hormônio que o corpo humano produz, e funciona da mesma maneira quando você a ingere.

Quando usar melatonina? 

O corpo humano produz esse hormônio de forma natural. Dessa maneira, você deve utilizar essa substância como suplemento apenas com indicação médica.

De qualquer forma, a melatonina como suplemento é uma boa opção para quem sofre de distúrbios do sono. Se você demora muito para adormecer ou tem um sono não reparador, pode ter bons resultados ao tomar esse hormônio.

Além disso, para trabalhadores noturnos, que podem ter um relógio biológico desregulado, a melatonina é uma boa opção. Nesses casos, recomenda-se que tomem o suplemento apenas nos dias de folga para não desequilibrar ainda mais o organismo.

É saudável tomar melatonina todos os dias? 

Estudos consideram a melatonina segura para ingestão diária, se usada de forma moderada. No entanto, vale ressaltar que ainda existem estudos em andamento a respeito dessa substância.

Assim, o ideal é que você consulte seu médico para verificar se existe uma necessidade real de tomar esse suplemento todos os dias.

Quais são os benefícios de tomar melatonina? 

O principal benefício da ingestão de melatonina é justamente a melhora na qualidade do sono. Além de ajudar a adormecer com mais rapidez, essa substância ajuda na manutenção de um sono reparador.

Portanto, se você também sofre de enxaquecas causadas por distúrbios do sono, esse hormônio pode ajudar a diminuí-las. 

Ademais, a melatonina também é ideal para idosos. Isso porque com o avanço da idade, a produção desse hormônio começa a diminuir naturalmente. Esse é o motivo pelo qual pessoas de idade avançada geralmente apresentam dificuldades para dormir.

Por fim, o chamado hormônio do sono também pode ajudar na reparação das células e fortalece o sistema imunológico.

Qual é a quantidade máxima de melatonina diária? 

Não existe ainda um consenso a respeito de qual a quantidade ideal de melatonina para ingestão diária. A quantidade necessária varia de pessoa para pessoa, por conta de variações na estrutura corporal e no metabolismo.

No entanto, você não deve tomar mais do que 5 mg por noite dessa substância. Seu consumo em excesso pode causar alguns efeitos colaterais. Entre eles estão a sonolência diurna, falta de sono à noite e pesadelos.

Qual é a dosagem de melatonina ideal para dormir? 

Cada organismo lida e processa substâncias de uma forma diferente. Sendo assim, não há uma dosagem ideal de melatonina para dormir. O recomendado é que você converse com o seu médico para que ele lhe oriente a respeito do consumo dessa substância.

Porém, o ideal é que você comece com uma dose baixa desse hormônio. Cerca de 1mg a 3mg por noite. Se você perceber que está ficando sonolento durante o dia, diminua a dosagem e converse com o seu médico.

Quanto tempo leva para a melatonina fazer efeito?

Na maioria dos casos, a melatonina leva cerca de 30 minutos para fazer efeito no organismo. No entanto, esse prazo pode variar dependendo da pessoa e da forma de ingestão da substância.

Assim, se você for ingeri-la em cápsulas comuns, o ideal é que o faça 30 minutos antes de se deitar. Se preferir a melatonina em gotas, tome-a cerca de 60 minutos antes de ir dormir. Se preferir pastilhas sublinguais, tome-as logo antes de deitar.

Agora que você já conhece a melatonina, seus benefícios e formas de usá-la, deixe nos comentários a sua opinião. Você já fez uso dessa substância ou está pensando em começar agora?

No entanto, lembre-se: a utilização de suplementos deve ser feita com orientação médica. Apenas ele poderá recomendar com exatidão as doses adequadas para você de acordo com as necessidades do seu corpo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *