Melannun Age: minha luta contra o melasma e a vitória

Hoje eu quero te contar minha história com o melasma e como foi usar o Melannun Age. Meu objetivo é esclarecer dúvidas como: se esse produto é bom mesmo, se ele serve para tirar mancha no rosto, como foi comprar o Melannun, se ele pode ser usado por qualquer pessoa, se há efeitos colaterais, se ele pode tirar mancha na pele rápido, enfim, se o Melannun funciona mesmo para manchas na pele. E ao longo do artigo a gente também vai conversar sobre melasma: o que é essa doença, se ela tem cura, o que causa melasma, como tratar o problema, entre outros.

Minha história com o melasma começou há cerca de 5 anos, quando um dia que era para ser lindo e maravilhoso com minha família se tornou escuro, ou melhor “amarronzado”. 

Melasma com mancha branca?

Como eu disse, minhas primeiras manchas apareceram há cerca de 5 anos.

Eu e meu namorado (que agora é meu marido) havíamos planejado umas férias na praia. A gente tinha combinado de conhecer Arraial do Cabo. Eu morava em São Paulo e era minha primeira vez no Rio de Janeiro (meu namorado já tinha parentes por lá).

Então a notícia ruim chegou logo depois de passar um dia incrível de muito sol e curtir as lindas águas de mar cristalino. Quando a gente voltou de lá e eu fui tomar um banho, dei uma olhada no espelho e vi que tinha uma manchinha escura no meu rosto.

Daí eu pensei “o que pode ser essa mancha no rosto? Não tinha notado ela antes”.

Mas depois eu nem liguei, pensei que fosse alguma coisa do sol, sei lá. No outro dia quando a gente voltou eu taquei protetor solar no rosto. 

Mas aí, quando no outro dia e no dia depois desse eu vi que aquela coisa ainda estava lá e parecia piorar depois de ficar sol, eu resolvi que deveria ir no dermatologista (mas fiquei tentava a experimentar uma receita para mancha no rosto, mas resolvi ir falar com uma especialista de uma vez).

O diagnostico e o início da minha luta

Chegando lá ela me examinou e tal e disse que eu estava com melasma.

Me… o quê?

Infelizmente eu nem fazia ideia do que era melasma. E eu disse isso pra ela. E assim ela me explicou tudo sobre o problema.

Quando ela me disse que eu estava com melasma eu nem relacionei isso a um problema de pele, o nome ela tão estranho pra mim que eu pensei que era alguma coisa que poderia afetar minha saúde. Mas ainda bem que não…isso só iria iniciar um terror na minha vida na questão estética: baixa autoestima e isolamento social.

Era melasma e não havia como tirar aquela mancha na pele rápido. E mal sabia eu que até mesmo os procedimentos que a minha dermatologista recomendaria não dariam jeito.

E então ela me receitou um produto chamado de “hidroquinona”, esse é um tipo de ácido bastante utilizado para tratar melasma. O problema é que sua eficácia não é tão boa assim. Para mim, assim como muitas outras mulheres, ele não surtiu efeitos.

Nos primeiros dias de uso ele apenas deu uma amenizada na aparência da mancha. Fiquei um tempo usando ele, mas depois que dei uma pequena pausa o problema voltou com tudo (o que a mulherada costuma chamar de “efeito rebote”) pra meu desprazer.

Pra resumir, eu fiz peeling, usei uma e outra receita para mancha no rosto e nada disso surtiu os efeitos que precisava.

Uma parte chata era que quando eu passada protetor solar a coisa virava uma espécie de melasma com mancha branca. 

Nesse período eu já estava quase entrando em desespero. E então me isolei dos amigos, já não saia com tanta frequência, evitava compromissos, etc. Eu tinha muita vergonha e também os olhares das pessoas e toda aquela situação constrangedora me deixava pior.

O que é melasma?

Eu não sabia o que era o melasma. Mas a dermatologista me explicou o que é essa doença e como ela é causada.

Melasma são manchas escuras na pele, num tom meio amarronzado. Elas podem surgir em qualquer parte do corpo, mas surgem com maior frequência no rosto.

E o que causa melasma são três coisas: ficar muito exposta ao sol, gravidez e o uso de anticoncepcional. É certo que nem todas as mulheres que passam por essa situações irão desenvolver a doença.

Melasma tem cura?

A parte ruim da minha consulta com a dermatologista não foi descobrir o que era o melasma, mas sim receber uma resposta negativa dela quando eu perguntei se melasma tem cura.

A partir dali eu descobrir que eu deveria conviver com aquele problema e meus dias de tristeza tinham começado.

Se o melasma tem cura? Não, ele não tem, foi o que ela me disse. Ela me contou que ainda não haviam descoberto uma solução definitiva para o problema.

O que fazer para tratar o melasma?

Entre tratamentos passados pela dermatologista e receita para mancha no rosto, nada me ajudava contra o melasma.

Mas eu não desistia. Eu pensava que um dia apareceria uma solução que me livraria desse problema.

Enquanto isso, eu ia testando uma coisa e outra e a minha autoestima já estava no chão.

Mas foi aí que num belo dia (gente, nisso já tinham se passado alguns anos) eu descobri o Melannun.

Como o Melannun Age me ajudou a tratar o melasma

O Melannun Age foi uma recomendação do farmacêutico Moacir Lima. 

Eu vou confessar que não estava tendo muita fé na eficácia dele, porque já tinha testado muitos produtos e tratamentos.

Para quem não sabe, o farmacêutico Moacir Lima é especializado no desenvolvimento de produtos para a pele. São produtos para tratar diferentes tipos de problemas de pele.

E o Melannun Age, além de ser um produto certificado pela ANVISA (o que é muito importante), ainda oferecia 30 dias de garantia. 

Você usa o produto e se até 30 dias não vir nenhum resultado então pode solicitar o reembolso. É uma coisa bem bacana e um desafio que eu não vi nos outros produtos que havia testado. 

Como foi tirar mancha no rosto com o Melannun Age

Mas é importante eu já deixar esclarecido aqui para vocês que o Melannun Age não é um produto para tirar mancha na pele rápido. Esse produto é muito eficiente, mas os efeitos são gradativos.

Mas a boa notícia é que a partir de 6 ou 7 dias você já vê os resultados, como foi comigo.

Depois de comprar o Melannun, o produto levou 10 dias para chegar aqui em casa. E então eu li direitinho as instruções de uso e depois de 6 dias eu já senti melhoras não apenas no melasma, mas minha pele em geral: e assim ela ficou mais hidratada, mais aveludada e as linhas de expressão amenizaram.

E esses outros benefícios foram assim como brindes para minha pele. Por isso me apaixonei ainda mais. E esse produto trata as manchas existentes e também ajuda a evitar mais manchas no rosto.

Entenda como o Melannun funciona

O Melannun é bom porque possui em sua composição um ativo chamado de Gluco S1, esse ativo funciona fazendo a renovação e a organização das fibras do colágeno. E isso ajuda a recuperar a cor da pele, pois o ativo atua nas células melanócitos.

O produto também não possui efeitos colaterais e nem mesmo o efeito rebote presente em outros produtos. Mas outro ponto bom é que ele não tem contraindicações.

E para comprovar que o Melannun funciona eles ainda fizeram um estudo com 25 pessoas durante 30 dias. O estudo foi feito pela ALLERGISA PESQUISA DERMATO-COSMÉTICA LTDA, com a pesquisadora responsável Vivian Pessoto Rosa. E assim o resultado do antes e depois do clareador de pele foi de 91%. A pesquisa pode ser vista nesse link aqui. 

O Melannun já tem chegado a mais e mais mulheres que sofrem com melasma. No entanto, ainda precisa ser mais propagado, mas o problema é que a indústria farmacêutica não quer isso, pois não seria lucrativo para eles.

Recomendações importantes

Existem muitos produtos falsificados sendo vendidos na internet. E isso é um grande perigo para a saúde da sua pele e para sua saúde em geral. É por isso que o Melannun é vendido apenas no site oficial.

E é apenas lá que você tem acesso à garantia de 30 dias que eu falei. Lá é o único lugar para adquirir o produto original.

CLIQUE AQUI para ir ao site oficial do Melannun.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *