Manejo e ordenha de qualidade são garantia de maior lucratividade

Todo produtor de leite e criador de animais leiteiros sabe a importância do manejo e da ordenha para a aumentar a lucratividade de sua fazenda ou empresa de laticínios, mas, quem está começando a atuar nessa área e ainda não sabe como lidar com isso, precisa acompanhar este artigo, pois explicaremos tudo acerca da ordenha e do manejo de animais na busca por maiores ganhos.

Materiais necessários para uma ordenha mecânica

Primeiramente, um produtor que pensa em ter lucros com o manejo e a ordenha de qualidade deve entener que a ordenhadeira mecânica é a melhor forma de retirada de leite de vacas, produto mais consumido e exportado no Brasil.

Pois, diferentemente da manual, o processo mecânico simula a mamada de um bezerro em sua mãe, afetando muito menos a saúde das vacas e, consequentemente, a qualidade do leite.

O sistema de ordenha mecânica conta com um duplo reservatório, chamado de câmara, acompanhado de um pulsador que permite a realização de dois ciclos, sendo um para a massagem dos tetos, e outro para o movimento de extração do leite.

Mas, abaixo, vamos falar sobre como obter uma ordenha de qualidade, mesmo que seja feita manualmente e quais os cuidados que devem ser tomados pelos produtores de laticínios.

Como realizar uma ordenha de qualidade?

Então, como realizar uma ordenha de qualidade é do que vamos tratar a seguir, afinal, é isso que vai fazer com que tenhamos lucros com a produção leiteira, afinal.

Condução correta dos animais

Como estamos falando de leite de vacas, tudo começa no pasto, local onde esses animais vivem e, por isso, precisamos, antes de pensar nas práticas de ordenha, saber como conduzir esse animal até o local que extraímos o leite.

Devemos trazer a vaca pelo cabresto sem forçar o passo do animal para que ele não se estresse e, mesmo que ela insista em vir devagar, devemos seguir no seu passo, já que, o lado emocional desses animais já foi comprovado que atua na qualidade do leite de forma significativa também.

Devemos levar as vacas com cuidado e amarrá-las de forma que nos garanta segurança no momento da ordenha, já que, qualquer dor que o animal sentir quando extraímos o leite, ele vai reagir e, como sabemos, um coice pode causar muitos prejuízos.

Retirada dos primeiros jatos

Depois de garantir que estamos em segurança sem estressar o animal, devemos extrair os primeiros jatos, pois estes servem como teste de qualidade do leite, seja pelo teste da caneca preta, seja por outras maneiras de saber se o líquido está bom para o consumo humano.

Para retirar os primeiro jatos, basta bombear os tetos do animal com firmeza, mas sem apertar muito também, para dentro de uma caneca ou balde.

Higienização das tetas

Para garantir a qualidade na produção de leite, os animais devem estar higienizados ou, ao menos, as tetas das vacas devem estar bem limpas durante a extração para evitar que quaisquer sujeiras possam entrar em contato com a bebida que será consumida por humanos.

Vale lembrar que o gado deita nos pastos e, por isso, suas tetas estão sempre sujas de grama ou terra, por exemplo.

Fazer ordenha ininterrupta

Uma vez que damos início ao processo de extração de leite de uma vaca, não podemos parar até que ela “seque suas tetas”, pois, quando paramos, o animal sente que está livre e dificilmente deixará que a gente continue retirando o líquido depois da parada.

A dica é alternar com outra pessoa, caso seja muito cansativo o processo e o fazendeiro não use uma ordenhadeira mecânica, mas, uma coisa é certa: devemos ordenhar até a última gota de leite antes de parar.

Desinfetar as tetas no final

Assim como higienizamos para começar a ordenha, devemos desinfetar as tetas da vaca no final, já que, o contato com nossas mãos pode trazer doenças para os animais, principalmente depois desse esforço que deixa as mamas da vaca sensíveis.

Limpe com álcool e espere secar antes de liberar a vaca novamente no pasto, pois isso garante a saúde dela.

Alimentar o animal

Nenhuma vaca faminta dá leite, por isso, assim que extraímos um dos principais alimentos de nossa dieta que é o leite, devemos alimentar também o animal, já que, além do fato de que ela merece isso, ela sente-se fraca depois da ordenha, afinal, é cansativo esse processo para uma vaca.

Coar o leite

Desconsiderando as exceções que são as pessoas que consomem o leite do jeito que ele é extraído das vacas, as pessoas preferem consumir somente o líquido branco limpo que é retirado dos animais.

Para eliminar ou deixar de lado os coágulos (chamados de nata) da bebida, devemos coar antes de levar aos copos, pois, essa bebida é preparada para a dieta dos bezerros, animais bem mais fortes que os humanos, por isso, devemos coar o máximo de substâncias presentes no leite extraído.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *