Os produtos menos óbvios que serão buscados na Black Friday 2020

Um dos eventos mais aguardados por comerciantes e clientes de todo o mundo se aproxima. No dia 27 de novembro, ocorre a Black Friday, data comercial que ganhou o globo nos últimos anos. Com descontos tentadores em praticamente todos os setores, este é um momento que muitos clientes aproveitam para fazer compras.

Há uma verdadeira diversidade de produtos em promoção, atendendo às necessidades dos mais variados públicos. Os varejistas oferecem descontos generosos, não encontrados durante o resto do ano, que atraem milhares de clientes.

Uma pesquisa feita pela Globo identificou quais são as categorias que serão mais procuradas na Black Friday deste ano. Em primeiro lugar, ficaram os itens de moda e acessórios, tais como brincos, colares, bolsas, roupas e óculos.

Em seguida, vieram aqueles que costumam ser o de maior interesse do público: os eletrônicos, que incluem smartphones, notebooks e câmeras. Eles são acompanhados por calçados, eletrodomésticos, cosméticos, móveis e computadores.

No entanto, existem categorias que também despertam a atenção de nichos, mas que, para o grande público, podem aparentar ser menos óbvias. Que tal conhecer algumas delas e ficar atento a outras possibilidades existentes na Black Friday? Confira abaixo.

Livros

Quem gosta de ler tem muito a comemorar na Black Friday. Uma pesquisa feita em 2019, pela Promobit, plataforma de cupons e promoções na internet, mostrou que o segmento costuma ter a maior média de desconto na data: cerca de 77% do preço original. Para efeito de comparação, os desejados smartphones têm um desconto médio de 21%.

A vantagem vai além dos amantes dos livros físicos, abrangendo quem lê digitalmente. Livros e leitores digitais, e-books e e-readers, respectivamente, também contam com um desconto generoso na data. Esta é uma excelente oportunidade para expandir a sua biblioteca.

Itens para cozinha

O cenário global de 2020 alterou os hábitos do dia a dia das pessoas e o que elas compram on-line. Normalmente, os varejistas costumam olhar para os itens que mais fizeram sucesso na última Black Friday para preparar as ofertas deste ano, mas essa estratégia precisará ser alterada.

Uma pesquisa feita pela Criteo, empresa de veiculação de anúncios on-line para varejistas, aponta para algumas das mudanças de hábito adotadas em 2020. Uma delas é que 53% dos entrevistados afirmaram que estão cozinhando mais em casa desde março.

Assim, a expectativa é que utensílios e itens diversos para cozinha sejam mais procurados na Black Friday deste ano. Ralador, cortador, fatiador, tábua de corte, porta-condimentos e temperos, conjunto de facas e outros acessórios são alguns dos que serão mais procurados — tudo para tornar a vida mais fácil.

Objetos de decoração

O mesmo levantamento da Criteo mostrou um maior interesse dos consumidores por itens de decoração, e esse aumento deve persistir durante a Black Friday. Eles incluem quadros, pôsteres, vasos, almofadas, tapetes e enfeites em geral, para tornar a casa mais aconchegante.

Equipamentos para exercícios

Outra mudança foi o aumento da procura por itens para se exercitar em casa. Com as academias fechadas, malhar na própria residência foi a alternativa encontrada por muitas pessoas para continuar exercitando o corpo e evitar um estilo de vida sedentário.

Por isso, uma série de produtos desta categoria devem ser visados durante a Black Friday. Cordas, colchonetes, tapetes, anilhas, halteres, elásticos e faixas, além de equipamentos para pilates, ioga e treino funcional, são alguns deles. Esteiras e bicicletas ergométricas também devem ser mais procuradas nesta Black Friday.

Relacionado a este tópico, espera-se uma procura maior por roupas para fazer exercícios. A categoria de moda costuma ser uma das mais procuradas todos os anos, mas a expectativa é que as peças relacionadas às práticas esportivas despertem um interesse maior nos consumidores este ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *