10 de julho de 2018

Lula será eleito mesmo preso, diz Gleisi Hoffmann

Em coletiva de imprensa no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, a presidenta do PT, Gleisi Hoffmann, criticou o que chamou de mais um golpe por parte do Judiciário brasileiro que insiste na perseguição jurídica ao Lula, mantido como preso político na sede da Superintendência da Polícia Federal de Curitiba desde o dia 7 de abril.



“Isso é uma afronta à democracia, ao Estado Democrático de Direito, ao direito do ex-presidente Lula. Isso com certeza causa uma instabilidade às instituições do País. Não conseguimos entender por que esse afã de deixar Lula preso”, criticou a senadora depois da decisão do presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), Carlos Eduardo Thompson Flores, de manter Lula preso apesar de o desembargador Rogério Favreto ter determinado a soltura em três despachos dados neste domingo (8).

Antes de Thompson Flores se dirigir à sede do TRF4 para analisar o recurso do Ministério Público Federal contra a soltura, Sérgio Moro, juiz de primeira instância, e o desembargador João Pedro Gebran Neto, haviam tomado decisões contrárias a libertação de Lula.

Via Portal CUT