14 de maio de 2018

O fim do PT está próximo

A publicação gerou um intenso debate entre internautas, os quais opinam a respeito da acurácia das análises, bem como de suas fundamentações.

Imagem relacionada

Leia abaixo e manifeste sua opinião a respeito:

Adeus, PT


Tudo tem um começo e um fim, como poderia dizer o Marquês de Maricá. E o fim está próximo
A cinco meses da eleição presidencial é evidente o sentimento de enfado, cansaço, de esgotamento com a forma de governar do Partido dos Trabalhadores. É como se um ciclo estivesse se completando. E terminando melancolicamente.


A construção do amplo arco de alianças que sustenta politicamente o governo Dilma foi, quase todo ele, organizado por Lula no início de 2006, quando conseguiu sobreviver à crise do mensalão e à CPMI dos Correios. Naquele momento buscou apoio do PMDB - tendo em José Sarney o principal aliado - e de partidos mais à direita.

Estabeleceu um condomínio no poder tendo a chave do cofre. E foi pródigo na distribuição de prebendas. Fez do Tesouro uma espécie de caixa 1 do PT. Tudo foi feito - e tudo mesmo - para garantir a sua reeleição. Parodiando um antigo ministro da ditadura, jogou às favas todo e qualquer escrúpulo. No jogo do vale-tudo não teve nenhuma condescendência com o interesse público.