2 de maio de 2018

Moro determina que defesa de Lula apresente provas das supostas palestras

O Juiz da Lava Jato Sergio Moro determinou que a defesa do ex-presidente petista Lula demonstre a origem lícita dos R$ 9 milhões que estão bloqueados em fundos de previdência do presidiário. 

Resultado de imagem para Moro

O Juiz colocou a determinação como uma condição para que a justiça libere os recursos, como querem os advogados, que alegam que o dinheiro aplicado seria parte dos ganhos do ex-presidente com supostas palestras.

“Entraram na conta da LILS Palestras cerca de R$ 27 milhões. Desse total, R$ 9,5 milhões foram repassados pelas grandes empreiteiras do petrolão: Odebrecht (R$ 3 milhões), Andrade Gutierrez (R$ 2,1 milhões), Camargo Corrêa (R$ 2 milhões), Queiroz Galvão (R$ 1,2 milhão) e OAS (R$ 1,1 milhão).”, informou site O Antagonista.