26 de maio de 2018

Líderes de caminhoneiros negam acordo e dizem que a greve continua

Apesar do anúncio do governo de que houve um acordo com os caminhoneiros, não é certo que a greve será encerrada amanhã. Líderes de grupos de caminhoneiros autônomos negam que tenham aceitado o acordo.

Resultado de imagem para greve dos caminhoneiros

Wallace Landim, conhecido como “Chorão” e representante dos motoristas autônomos do Centro-Oeste, afirmou que seu grupo estava na Casa Civil e não foi ouvido. Caminhoneiros desse grupo disseram que não pretendem liberar as estradas.

O presidente da Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), José da Fonseca Lopes, abandonou a reunião com os ministros e afirmou que a paralisação só será suspensa quando a decisão de zerar a alíquota do PIS-Cofins virar lei. “Algumas pessoas deram um voto de confiança para aguardar 90 dias. A Abcam não aceitou isso e se retirou da reunião. Metade do que o governo fala ele não cumpre, e a outra metade fica engavetada”.