17 de abril de 2018

Na prisão, Lula escreve carta desafiando o juiz Sergio Moro

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está aproveitando o tempo que ele tem todo a sua disposição para ler livros e escrever cartas. 

Resultado de imagem para lula na prisao

Na noite desta segunda-feira (16), Lula decidiu enviar uma carta aos petistas que estão acampados em frente ao prédio da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. A responsável em divulgar a carta foi a senadora e presidente do PT, Gleisi Hoffmann.

A mensagem do petista começa com agradecimentos por tudo o que os manifestantes estão fazendo por ele. De acordo com Lula, ele ouve da sua cela as pessoas cantarem e pediu para que continuassem resistindo o quanto puderem, pois isso é visto por ele como um ato de solidariedade.

Lula, já demonstrando um pouco de descontentamento e ao mesmo tempo tentando ser otimista, falou que aguarda que um dia a Justiça no Brasil valha a pena. Ele reiterou que não cometeu nenhum crime e torce para que o culpado pelos atos ilícitos esteja preso no lugar dele.

Num momento de indignação, o petista voltou a mencionar o juiz federal Sérgio Moro . Lula desafiou a PF, o Ministério Público da Lava Jato e o juiz Moro a provarem o crime que alegam que ele cometeu.

O líder do PT afirmou estar tranquilo, mas indignado. Ele ressaltou que está sendo injustiçado.