27 de março de 2018

Turma do STF que salvou Lula, livra Romero Juca e Gerdau

Por unanimidade, a Segunda Turma do STF acaba de livrar Romero Jucá e Jorge Gerdau, rejeitando a denúncia da PGR contra os dois no âmbito da Operação Zelotes. 

Imagem relacionada

Para o relator, Edson Fachin, a acusação era frágil e sem elementos que a embasassem. Dias Toffoli chegou a dizer que a denúncia da Procuradoria foi uma tentativa de “criminalizar a política”.

O empresário Jorge Gerdau Johannpeter também havia sido denunciado, sob acusação de corrupção ativa e lavagem. Segundo a Procuradoria-Geral da República, ele participou do pagamento de vantagem indevida em forma de doação oficial aos diretórios nacional e estadual de Roraima do MDB, em 2010 e 2014, em troca de favores legislativos prestados por Jucá.

A denúncia foi oferecida ao Supremo em agosto do ano passado pelo ex-procurador-geral Rodrigo Janot em investigação derivada da Operação Zelotes. O relator, ministro Edson Fachin, considerou que não há provas de que as tratativas entre Jucá e Jorge Gerdau Johannpeter, documentadas em emails obtidos pela PGR, envolveram condutas criminosas.

É o grande acordo nacional, com o Supremo, com tudo.