12 de março de 2018

Temer pode acabar com Bolsa Familia

Mais um ativo dos governos eleitos pelo povo será queimado na gestão Michel Temer, segundo informação divulgadas por um de seus ministros, Osmar Terra, responsável pela Pasta que gerencia o Bolsa Família. 

Resultado de imagem para Michel Temer rindo

De acordo com reportagem de O Globo, o programa criado por Lula será rompido até o final de abril, quando Terra abandona o cargo para disputar a eleição.

A desconfiguração, segundo a notícia, será total. A começar pela criação de condicionantes que dificultarão o acesso das famílias ao benefício.

​Pela ideia do governo Temer, o beneficiário de colocar os filhos em um estágio em empresas privadas no segundo turno escolar. Quando criado, o programa condicionava as famílias apenas a manter as crianças estudando, com comprovante de frequência. Além da questão da renda mínima, cobrava, também, acompanhamento dos pequenos na área da saúde.

Além de exigir que as crianças trabalhem, o governo Temer quer que os pais façam trabalho voluntário para compensar o recebimento da bolsa.