12 de março de 2018

Remédios comprados de Cuba foram superfaturados pelo PT, durante 12 anos

O Brasil comprou de Cuba, ao longo de 12 anos, um medicamento conhecido com alfaepoetina, uma substância indicada para o tratamento de pessoas com problema renal crônico.




O acordo para a compra do tal medicamento foi realizado em 2003, no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e previa também a transferência da tecnologia de Cuba para o Brasil, da produção do produto.


O Ministério da Saúde acaba de concluir que além do absurdo superfaturamento nos preços, a tecnologia prometida, contratada e paga, não foi repassada pelos cubanos.