27 de março de 2018

Queima de arquivos e livramento de políticos da cadeia mostra Corrupção Macabra no Brasil

Um laudo divulgado pela Polícia Federal (PF) nesta terça-feira (27) aponta que são autênticos os e-mails apresentados pela defesa de Marcelo Odebrecht em um dos processos em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é réu na Operação Lava Jato.

Imagem relacionada

A ação apura o pagamento de propina da Odebrecht para o ex-presidente por meio de um apartamento em São Bernardo do Campo e da compra de um terreno onde seria construída a nova sede do Instituto Lula, em São Paulo. Lula nega todas acusações.

Os peritos dizem ter localizado todas as mensagens eletrônicas, exatamente iguais, nos discos rígidos do notebook de Odebrecht, que estão depositados na PF.

Os e-mails, de acordo com os advogados do empresário, comprovam a o conhecimento de Lula sobre a conta corrente mantida com o ex-ministro Antônio Palocci para pagamento de propinas.