2 de março de 2018

Opinião pública e imprensa evitaram obstrução da Lava Jato, diz Moro

Sergio Moro visitou o México para falar sobre a importância da luta contra a corrupção. 

O juiz Sergio Moro no Senado mexicano.

O juiz brasileiro que desde 2014 dirige a operação Lava Jato, que resultou em 118 condenações, incluindo a do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e desnudou um sistema de subornos que atravessou as fronteiras do Brasil, encontrou no México um país que está sem procurador-geral há quatro meses e tem um complexo Sistema Nacional Anticorrupção em funcionamento, mas acéfalo. 


No entanto, o juiz deixou uma mensagem de que é possível romper a inércia que parece enraizada nas nações. “A corrupção sempre existiu e existirá, mas o que devemos fazer é romper as regras da impunidade”, disse o magistrado da 13ª Vara Federal de Curitiba.

Convidado a visitar o México pela associação civil Mexicanos contra a Corrupção, Moro se reuniu na segunda-feira com estudantes de Direito de várias universidades.