7 de março de 2018

Moro sequestra apartamento de luxo comprado com dinheiro desviado dos pedágios

O juiz federal Sérgio Moro determinou o sequestro do apartamento de luxo do então diretor do Departamento de Estradas e Rodagem do Paraná (DER-PR), Nelson Leal, que foi preso temporariamente na manhã da última quinta-feira (22), na 48ª fase da Operação Lava Jato.



O imóvel fica no Condomínio Don Alfonso, em Balneário Camboriú, litoral de Santa Catarina. O imóvel foi comprado por R$ 2.580.000,00 e não foi declarado no Imposto de Renda do investigado.

Segundo o Ministério Público Federal, Nelson Leal participou do esquema que desviou menos R$ 65 milhões de contratos ligados à concessionária Econorte, responsável por trechos de cinco rodovias no Paraná. O dinheiro teria sido pago em troca da autorização de reajustes abusivos na tarifa de pedágio. O MPF aponta que o apartamento é parte da propina recebida por Nelson.