19 de março de 2018

Moro recebe novo documento comprometedor e Lula pode se complicar

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, recebeu do empresário Marcelo Odebrecht conversas documentadas por e-mail que mostram supostas transações para a compra de um terreno em benefício do Instituto Lula.





Nesta sexta-feira (16), Moro atendeu a um pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e determinou que a Polícia Federal (PF) verifique a autenticidade dos e-mails mostrados por Odebrecht. A defesa de Lula afirma que os e-mails são falsos e não provam nada contra o seu cliente.


Porém, de acordo com a defesa de Odebrecht, o e-mail detalha bem que a empresa usou dinheiro de uma conta corrente fictícia de propinas para comprar o terreno do Instituto Lula.