7 de março de 2018

Cabral sofre 5ª condenação e penas já somam 100 anos

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (MDB) foi condenado pela quinta vez nesta sexta-feira (2) por lavagem de dinheiro através da compra de joias na H.Stern.


 

Com a condenação de 13 anos e quatro meses de prisão determinada pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, as penas contra Cabral chegam a 100 anos.


Ao longo dos anos, Cabral foi importante aliado do ex-presidente Lula no Rio de Janeiro, por quem tem muita admiração.

Cabral responde a 21 processos na Justiça. Ele já foi condenado a 87 anos de prisão em quatro ações, uma julgada pelo juiz Sérgio Moro, responsável pelos casos da Lava Jato em Curitiba, e as outras por Bretas:

45 anos e dois meses – corrupção passiva, lavagem de dinheiro e associação criminosa

Acusado de liderar uma organização criminosa e cobrar 5% propina (taxa de oxigênio) sobre o valor das obras do Estado.
15 anos – lavagem de dinheiro

Acusado de receber propina do empresário Eike Batista.
14 anos e dois meses – corrupção passiva e lavagem de dinheiro

Acusado de receber propinas nas obras do Comperj (Complexo Petroquímico do Estado do Rio).
13 anos – lavagem de dinheiro

Acusado de lavar dinheiro com a compra de carros e imóveis.