26 de fevereiro de 2018

Deltan Dallagnol: “Congresso é muito mais perigoso que favela”

O coordenador dos procuradores da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol, disse que deveriam haver mandados de busca e apreensão coletivos, como vem sendo defendido pelo Ministério da Defesa, também nos gabinetes do Congresso.




“Aliás, as evidências existentes colocam suspeitas muito maiores sobre o Congresso, proporcionalmente, do que sobre moradores das favelas, estes inocentes na sua grande maioria”, escreveu ele em sua conta no Twitter.