14 de janeiro de 2018

URGENTE: Geddel Vieira decide delatar

A Revista Veja diz que o ex-ministro Geddel Vieira Lima resolveu delatar. Preso na Papuda, o político do bunker já teria perdido cerca de 16 quilos. O advogado Gamil Foppel, “ferrenho opositor de delações”, já abandonou sua defesa. A delação de Geddel implodiria o governo Temer em ano de eleição.


Ex-ministro passou a ser alvo de um novo inquérito, por suspeita de se apropriar de recursos da Câmara

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta quarta-feira (6) o bloqueio de R$ 12,8 milhões de quatro empresas usadas para lavagem de dinheiro pelo ex-ministro Geddel Vieira Lima, pelo irmão, o deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), pela mãe, Marluce Vieira Lima, e pelo empresário Luiz Fernando Machado da Costa Filho.

Fachin também instaurou abertura de um novo inquérito para investigar a prática de peculato por parte de Geddel, Lúcio, o outro irmão, Afrísio Vieira Lima Filho, e a mãe, por suspeita de apropriação de 80% dos rendimentos pagos pela Câmara dos Deputados a servidor.