21 de dezembro de 2017

Lava Jato chega as prefeituras

O prefeito Bernardo Rossi (PMDB) de Petrópolis, na Região Serrana do Rio, é um dos citados em uma lista da Lava Jato por indicar nomes para cargos públicos atendendo ao esquema de corrupção do Governo do Rio. 



A planilha foi apreendida pela força-tarefa da Lava Jato, na casa do deputado Edson Albertassi (PMDB). O documento também cita o deputado estadual de Petrópolis, Marcus Vinícius (PTB).

De acordo com os investigadores, foram 880 cargos distribuídos em seis órgãos estaduais, como Detran, Faetec e Secretaria de Segurança Pública.

A investigação aponta que os políticos tinham um controle rigoroso de nomeações de cargos no governo para monitorar os votos de aliados e interferir em leis ou investigações.

Segundo a lista, o Prefeito Bernardo Rossi indicou três cargos, sendo dois em Petrópolis e um em Cordeiro, durante o mandato como deputado estadual.