20 de outubro de 2017

Em duas décadas, O Foro Privilegiado condenou apenas 1% das autoridades processadas

O parecer assinado por Randolfe Rodrigues deixa claro como a impunidade rola solta dentro do foro privilegiado, ainda que o dado apresentado já esteja um tanto defasado.



Naterceira página, o senador cita um levantamento de 2007 feito pela Associação dos Magistrados Brasileiros. Na ocasião, a AMB apontou que, em 18 anos de Constituição Federal, nenhuma autoridade havia sido condenada pelo STF.

No STJ, a situação não melhora muito. Apenas 5 de 333 processos tinham resultado em algum tipo de condenação. Ou seja… Apenas 1,5% das ações findavam em punições. Se somadas às iniciativas frustradas no STF, o índice caía para 1,1%. É um absurdo que precisa encontrar o fim!