25 de setembro de 2017

Militares saem em defesa de Mourão e entram em confronto direto com políticos

O clima está esquentando entre militares descontentes com os rumos que a política nacional está tomando e com a forma agressiva com que alguns políticos investiram contra o general Mourão, em face de recentes declarações durante uma palestra numa loja maçônica de Brasília.



O general Paulo Chagas acaba de enviar uma carta com teor fortíssimo para o senador Randolfe Rodrigues, que teria se referido ao general Mourão taxando-o de ‘maluco’.

Abaixo, veja a carta.

Exmo Sr Senador Randolfe Rodrigues

Corrija-me, por favor, se eu estiver enganado, mas, de acordo com as minhas observações, baseadas na forma como V.Exa. faz seus pronunciamentos públicos, o senhor faz parte de uma minoria que se julga discriminada no conjunto da sociedade e que, coerentemente, empenha-se pela aprovação de leis que privilegiem o seu direito à vida, à manifestação de suas opções e à integridade física, acima do que é oferecido aos demais brasileiros. Repito, por favor, corrija-me e desculpe-me se eu estiver enganado!

Pensando assim, julgo ser incoerência da sua parte a exclusão dos militares do direito à opinião e a criminalização das Instituições Armadas por realizarem a análise e o planejamento da execução das suas missões constitucionais.