Mulher de marqueteiro do PT entrega toda a roubalheira em depoimento a Sergio Moro

Mônica Moura soltou o verbo e afirmou que custo da campanha foi de 35 milhões de dólares e “grande parte do valor foi recebido de maneira não contabilizada”



Mônica abriu a boca e entregou todos, em depoimento detalhou por onde o dinheiro andou.  A mulher e sócia do marqueteiro petista João Santana, Mônica Moura, afirmou à Polícia Federal que a empreiteira Odebrecht pagou, por caixa dois, despesas da campanha à reeleição do ex-presidente da Venezuela Hugo Chávez, em 2011. 

Conforme a versão apresentada por Mônica, o custo de propaganda da campanha do presidente-ditador naquele ano foi de 35 milhões de dólares e “grande parte do valor foi recebido de maneira não contabilizada”.

Segundo ela, “em razão das dificuldades de pagamento”, na época procurou o então executivo da Odebrecht Fernando Miggliaccio, já que ele “colaboraria no custeio de parte da campanha”. Ao longo de três anos e até 2014, os dois mantiveram “diversos contatos”, inclusive encontros na sede da Odebrecht, disse Mônica à polícia.

Ela ainda estimou em “3 a 4 milhões de reais” os valores pagos pela Odebrecht no exterior, embora os investigadores da Operação Lava Jato atribuam à empreiteira repasses de pelo menos 3 milhões de dólares do grupo do herdeiro Marcelo Odebrecht por meio da empresa offshore Klienfeld. 

E apresentou uma versão quase vitimista sobre os milhões de dólares recebidos no exterior: “Em todas as suas campanhas, se não fosse por imposição dos contratantes, preferia que fosse tudo contabilizado”.
Mulher de marqueteiro do PT entrega toda a roubalheira em depoimento a Sergio Moro Mulher de marqueteiro do PT entrega toda a roubalheira em depoimento a Sergio Moro Reviewed by Divulguer Vagas on 11:39 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.