16 de maio de 2017

Renan Calheiros será julgado por Cármen Lúcia

A presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, marcou  o julgamento da denúncia oferecida pela Procuradoria Geral da República contra o presidente do Senado, Renan Calheiros.



No julgamento da denúncia, o plenário do Supremo terá de decidir se abre ou não ação penal.Caso seja aberto,Renan Calheiros passará a ser réu.

Relembre o caso:

Renan foi acusado em janeiro de 2013 pelos crimes de desvio de dinheiro publico, falsidade ideológica e uso de documento falso por supostamente ter recebido propina da construtora Mendes Júnior.

Renan Calheiros forjou documentos para justificar o dinheiro que recebeu da construtora. O episódio levou Renan, na época, à renúncia do cargo de presidente do Senado.