17 de maio de 2017

Geddel e Cunha facilitavam crédito da Caixa em troca de propina, diz PF

Segundo a PF, grupo concedia créditos da Caixa a empresas em troca de propina; em nota, Cunha disse ‘rechaçar’ suspeitas e Geddel afirmou que ação se baseia em ‘ilações e meras suposições’.



Relatório da Polícia Federal aponta que o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) atuava “em prévio e harmônico ajuste” com o ex-presidente da Câmara, deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), para facilitar a liberação de empréstimos da Caixa Econômica Federal a empresas e, em troca, receber propina.

Geddel, ex-ministro da Secretaria de Governo de Michel Temer, foi alvo de operação nesta sexta-feira (13), deflagrada para apurar um esquema de fraudes na liberação de créditos junto à Caixa entre 2011 e 2013. Ele foi vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa no período investigado pela PF.

Informações: Jornal do Pais