22,7 milhões de desempregados, diz IBGE

Aquilo que todos já sabiam – ou ao menos suspeitavam – ficou explícito nas recentes revelações do IBGE, conforme apontado em matéria do Reaçonaria: os indicadores de desemprego utilizados desde 2002 são enganosos.



Ocorre que FHC alterou – em março de 2002 – a forma de cálculo de desemprego do IBGE. Supostamente seria uma medida política para atrair investimentos ao Brasil. Ao assumir em 2003 com as novas taxas – reduzindo artificialmente pela metade o número de desempregados – criou-se uma farsa: o mito do crescimento do emprego durante os governos Lula. Mas o que aconteceu foi apenas uma redução artificial do número de desempregados por razão de maquiagem.

Na Europa, por exemplo, o cálculo é completamente diferente. Com diz o Reaçonaria: “Falar que no Brasil a taxa de desemprego é de 5% e que na União Europeia a taxa é de 5% (não são os dados corretos) equivale a equiparar uma medida de 5 centímetros com 5 metros.”
22,7 milhões de desempregados, diz IBGE 22,7 milhões de desempregados, diz IBGE Reviewed by Gabriel Henrique on 10:53 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.