Eike Batista entregou toda a cúpula petista e colocou Dilma a caminho da prisão

As declarações que levaram a força-tarefa da Lava Jato a deflagrar a Operação Arquivo X mais cedo tiveram base em depoimento espontâneo prestado pelo empresário Eike Batista ao Ministério Público Federal. 



O empresário declarou que em 2012, o então ministro Guido Mantega pediu propina no valor de R$ 5 milhões, que seria feito em forma de doação eleitoral ao Partido dos Trabalhadores.

Eike contou que o pagamento foi feito um depósito de 2,3 milhões de dólares no exterior para as contas do marqueteiro do PT João Santana e da mulher dele, Monica Moura. Mônica Moura teve o pedido de prisão decretado durante a Operação Acarajé, também no âmbito da Lava Jato. Em sua delação, Mônica confirma as revelações de Eike Batista.

Essas informações reveladas por Eike com minuciosos detalhes entregam toda a cúpula petista, além de políticos que foram aliados do PT quando o partido comandava o país. As revelações de Eike surpreenderam o PT, que não esperava por essa delação. 

Ocorre que o empresário decidiu se antecipar aos fatos: temendo ser preso, Eike decidiu cooperar com a justiça antes de ser alcançado por ela.
Eike Batista entregou toda a cúpula petista e colocou Dilma a caminho da prisão Eike Batista entregou toda a cúpula petista e colocou Dilma a caminho da prisão Reviewed by Gabriel Henrique on 23:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.