Paciente é chamada para consulta pelo SUS 11 anos depois de ter morrido

Uma reportagem do dia 06 de janeiro de 2016 do Bom Dia Brasil (Globo), mostrou o descaso da saúde pública no Brasil. Na região metropolitana de Porto Alegre, uma paciente foi chamada para consulta 11 anos depois de sua morte. Zilá estava na fila de espera por um reumatologista mas acabou falecendo enquanto esperava. Alguns dias antes do final do ano, Erni, Filha da dona Zilá, recebeu uma carta comunicando que sua mãe deveria comparecer ao posto de saúde.

Erni Almeida, diz que ficou chateada pois jamais esperava que isso pudesse acontecer e diz que uma consulta poderia ter evitado dezenas de problemas para sua mãe. Dona Zilá tinha dificuldades para caminhar e ficou esperando os dois ultimos anos de sua vida para 

paciente_e_chamada_11_anos_depois_de_ter_morrido

Em defesa, a prefeitura que coordena os atendimentos pelo SUS, disse que a ficha de dona Zilá foi encontrada em 2013 e estava junto com outros 30 mil pedidos  de consultas com especialistas. As fichas estavam fora do sistema informatizado. Até hoje o cadastro de pacientes e agendamento de consultas é feito à mão e com fichas de arquivos antigos.

O diretor da secretaria de Saúde Carlos Souza, declarou que todas as pessoas destes 30 mil pedidos estão sendo chamadas e que provavelmente virá a tona outros casos com o da dona Zina, que foi chamada apenas 11 anos depois de sua morte. Em depoimento ao Bom Dia Brasil, Erni Almeida diz que “ Se você deve pra prefeitura eles te acham de qualquer forma, mas quando é para um médico ninguém acha” e pede que o governo tenha mais atenção com a saúde dos pacientes.
Paciente é chamada para consulta pelo SUS 11 anos depois de ter morrido Paciente é chamada para consulta pelo SUS 11 anos depois de ter morrido Reviewed by Gabriel Henrique on 10:27 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.