"Vou recorrer, quem manda aqui sou eu", responde Cunha a PSOL

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), atribuiu nesta terça-feira (13) a representação apresentada pelo PSOL e pela Rede no Conselho de Ética por suposta quebra de decoro parlamentar a um "jogo político". Cunha disse estar "absolutamente tranquilo" e acrescentou que os deputados que pedem o seu afastamento da presidência da Casa ainda terão que "me aturar um pouquinho mais".

Na representação, apresentada com o apoio de mais de 40 deputados de outros cinco partidos, o PSOL e a Rede entendem que Cunha mentiu em depoimento à CPI da Petrobras, em março, quando negou que tivesse contas no exterior.



Eles se baseiam em um documento enviado na semana passada pela Procuradoria Geral da República (PGR) confirmando que Cunha mantém contas bancárias secretas na Suíça.

"Esse é um jogo político que estão fazendo. Eu tenho absolutamente tranquilidade. Farei a defesa que tiver que fazer. Estou absolutamente tranquilo", afirmou Cunha. "Acho que vão ter que me aturar um pouquinho mais", acrescentou.

Questionado sobre se sentia incomodado em passar por um processo no Conselho de Ética, respondeu que "nem um pouco". "São os meus adversários políticos, isso é normal, porém quem manda aqui sou eu", afirmou.
"Vou recorrer, quem manda aqui sou eu", responde Cunha a PSOL "Vou recorrer, quem manda aqui sou eu", responde Cunha a PSOL Reviewed by Gabriel Henrique on 19:49 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.