'Sequestramos' todas as contas de Eduardo Cunha na Suíça, diz ministro do STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki decretou o sequestro dos recursos que estão em contas em nome do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e de sua esposa, Cláudia Cruz, na Suíça, informou a assessoria de imprensa da corte nesta quinta-feira. Zavascki atendeu a pedido da Procuradoria-Geral da República para garantir que os recursos estejam disponíveis para serem confiscados caso o presidente da Câmara seja considerado culpado de participação no esquema de corrupção na Petrobras.

"A acusação demonstrou quais seriam os valores de origem ilícita sobre os quais recairia a medida (sequestro), além de fazer uma minuciosa análise sobre a sua suposta origem", escreveu Zavascki em sua decisão.

Mais cedo nesta quinta, Zavascki já havia negado um pedido da defesa de Cunha para declarar sigiloso o inquérito sobre as contas não declaradas em seu nome e de familiares na Suíça. sigiloso.



"O pedido foi específico e individualizado, no sentido de serem sequestrados valores existentes em contas identificadas e mantidas na Confederação Suíça de titularidade do deputado federal Eduardo Cunha e aqueles que teriam sido transferidos para conta de sua esposa Cláudia Cordeiro Cruz, com fortes indícios de serem provenientes 'de corrupção e lavagem de capitais envolvendo o parlamentar e seus familiares como desdobramento das investigações relativas à corrupção em contratos firmados pela Petrobras'”, acrescentou o ministro.
'Sequestramos' todas as contas de Eduardo Cunha na Suíça, diz ministro do STF 'Sequestramos' todas as contas de Eduardo Cunha na Suíça, diz ministro do STF Reviewed by Gabriel Henrique on 20:35 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.