Neymar é acusado de sonegar impostos e pais negam.

Neymar Treino Seleção Brasileira New Jersey EUA NY Red Bulls 01/09/2015

A família do atacante Neymar se manifestou na tarde desta sexta-feira sobreas acusações de sonegações de impostos, reveladas pelo jornal Correio Braziliense. Em nota divulgada para a imprensa, os país do craque do Barcelona apresentam dados e negam qualquer irregularidade apontada pela Receita Federal.
"O Atleta Neymar Jr. não sonegou impostos, tampouco qualquer uma das nossas empresas. O Atleta Neymar Jr. é o único que possui uma gestão de carreira e imagem que o nosso País pode se orgulhar. Mantemos todos os direitos de imagem tributados no nosso País, decorrentes de uma gestão de mais de 9 anos", escreve, em nota, o senhor Neymar e a senhora Nadine, pais do jogador.
Sonegação é ação de sonegar, não declarar algo, escondendo de maneira fraudulenta o benefício próprio contra o cumprimento da lei e em prejuízo de terceiro. O Atleta Neymar Jr. não é sócio de nenhuma das empresas e, portanto, não pode declarar do que não se apropria.
O Atleta Neymar Jr. não sonegou impostos, tampouco qualquer uma das nossas empresas. O Atleta Neymar Jr. é o único que possui uma gestão de carreira e imagem que o nosso País pode se orgulhar. Mantemos todos os direitos de imagem tributados no nosso País, decorrentes de uma gestão de mais de 9 anos.
Sempre mantivemos as atividades empresariais no País mesmo com a saída do atleta para jogar na Espanha.
Na verdade, a acusação fiscal se baseia, sob nosso ponto de vista, em um entendimento equivocado de que os recursos recebidos pela Pessoa Jurídica decorrentes, em sua grande maioria, da cessão e licenciamento dos direitos de imagem do Atleta Neymar Jr., deveriam ter sido objeto de declaração de rendimentos da Pessoa Física, por ser um direito personalíssimo e, portanto, insuscetível de transmissão.
Neymar é acusado de sonegar impostos e pais negam. Neymar é acusado de sonegar impostos e pais negam. Reviewed by Gabriel Henrique on 18:45 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.