Monsanto: o câncer da População.


Monsanto é a maior empresa de distribuição de sementes do mundo todo, ou seja, nos alimentamos de seus produtos. O certo é que nunca devemos comê-los e neste caso vamos analisar uma das empresas mais controversas e problemáticas que surgiu nas últimas décadas por conter pesticidas e modificações genéticas muito prejudiciais para a saúde.

A Monsanto nasceu em 1901 em Saint Louis, como uma empresa de sacarina. Com o tempo foi crescendo até se dedicar ao negócio das sementes, até que um dia surgiu um escândalo interno na empresa. Os trabalhadores haviam sido envenenados acidentalmente pelo carro-chefe da Monsanto, o herbicida 2,4,5-T, o qual contem altos níveis de dioxinas, altamente tóxicas e cancerígenas.

Os trabalhadores sofreram de cloracne, uma doença da pele muito agressiva. Eles processaram a empresa, e partir daqui, veremos que os processos são muito frequentes. No ano 2000, 77 pessoas da Virgínia que padecem de câncer, acusaram a companhia de ter despejado PCBs nas imediações da usina.

O escândalo que marcou a companhia foi quando finalmente a Monsanto  foi condenada em 2002 por ter contaminado o território de Anniston e o sangue de sua população com PCBs, ou seja, os pesticidas que ela utiliza. A empresa teve que pagar 700 milhões por danos e para limpar a cidade. Não foi apresentada nenhuma ação legal contra os diretores da companhia.

Os que as pessoas não sabem é que a companhia Monsanto foi a criadora do Agente Laranja durante a guerra do Vietnã. Os EUA utilizou o Agente Laranja pelo ar por aviões para pulverizar os vietnamitas e matá-los através de uma morte horrível. Atualmente o Greenpeace tentou processar a companhia pela criação desta arma, além de uma séria de escândalos.


Outra estranha ligação da Monsanto com aquelas entidades que nos governam sob as sombras seria a atitude de Bill Gates frente a empresa, já que ele decidiu comprar 500.000 ações a $23 por valor unitário, algo que o torna praticamente no dono da empresa. Em uma entrevista feita com ele no ano de 2003, Bill Gates disse que é a favor da eugenia, ou seja, o controle da população a partir dos genes mais fortes. Ele quer utilizar a Monsanto para criar uma humanidade mais forte às custas da vida dos mais fracos? Isto lembra uma das regras dos Illuminati "Eliminar 80% da população".

Perigosas Bananas Transgênicas Estão Chegando, Graças ao Bill Gates

Em 1975, a companhia lançou o Roundup, um herbicida muito potente como sendo biodegradável e bom para o meio ambiente. Em 1996, a procuradoria de Nova York condenou a Monsanto, que foi multada em 50.000 dólares e obrigada a retirar a publicidade considerada enganosa. Este novo herbicida Roundup possui o ingrediente ativo glifosato - o qual é potencialmente teratógeno, ou seja, responsável por mal formações do feto. Eles obrigaram a Monsanto que retirasse seu novo herbicida.


A Monsanto não se rende nunca, lançou um novo herbicida chamado Lasso, até que os agricultores processaram a empresa já que foi demonstrado que inalar o herbicida causava danos ao sistema nervoso central e dores crônicas.

No início de 1990, a Monsanto lançou seu primeiro produto derivado da biotecnologia: o Posilac, o hormônio de crescimento bovino recombinante (rBGH), um hormônio geneticamente desenvolvido para aumentar a produção de leite em vacas em 20 por cento.

Este hormônio causa mastites ou inflamação nas glândulas mamárias, o que o obriga os agricultores a tratarem suas vacas com antibióticos, cujos traços são encontrados em seu leite.

Este milagroso produto está proibido em quase todo o mundo, mas não nos EUA. O estranho é que a FOX demonstrou e deu provas do perigo do hormônio para os seres humanos e o que aconteceu foi que despediram os responsáveis por tais informações.

Mas o entanto, podemos dizer que os EUA e a Monsanto mantêm uma relação muito boa e protetora, ou seja, a Monsanto se tornou a ferramenta dos EUA para planos muito obscuros já que a empresa mesmo com processo após processo nunca vai à falência, e ela repete seus horrores uma vez após outra como se o governo estivesse testando agentes químicos na população.

Se você acha que isto é o mais obscuro da companhia, preste atenção em seu novo escândalo, a empresa é acusada de biopirataria, já que esta alega ter a patente de todas as suas sementes modificadas de forma transgênica que distribui pelo mundo. Estas sementes resistem ao herbicida Roundup, as quais contêm uma quantidade deste produto em seu código genético, ou seja, estamos comendo alimentos que tem sido tratados com o herbicida Roundup e que em seu interior contêm quantidades atenuadas.

Conclusão

Temos exposto as atrocidades mais importantes da empresa, se você pesquisar verá que ela tem sofrido mais processos pela produção de aspartame, ou por quebrar a lei do Texas pela venda de algodão geneticamente modificado. Em suma, não sabemos o que comemos, se tentarmos plantar nossas próprias frutas e verduras, é possível que as sementes já estejam condenadas.



FONTE: A Nova Ordem Mundial.
Monsanto: o câncer da População. Monsanto: o câncer da População. Reviewed by team NoticiasOnline on 12:45 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.