18 de setembro de 2018

Novo boletim médico sobre o estado de saúde de Jair Bolsonaro

O Hospital Israelita Albert Einstein, localizado na Zona Sul de São Paulo, informou, na manhã deste sábado (15), um novo boletim médico sobre o estado de saúde de Jair Bolsonaro. 

Novo boletim médico sobre o estado de saúde de Jair Bolsonaro

O candidato sofreu uma facada de uma militante de esquerda infiltrado durante um ato de campanha em Juiz de Fora.

Bolsonaro ainda continua na UTI, segundo o boletim, onde "encontra-se afebril e sem outros sinais de infecção. Evolui sem dor, recebendo as medidas de prevenção de trombose venosa."


"Hoje prosseguirá com sessões de fisioterapia, incluindo exercícios respiratórios e de fortalecimento muscular", termina o comunicado divulgado neste sábado.


Do hospital, Bolsonaro já está ativo nas redes sociais. Ele publicou em sua conta no Twitter que "ainda somos vítimas das mazelas causadas por seus líderes. Além de 14 milhões de brasileiros desempregados, hoje todos sofrem com a crise migratória" dos venezuelanos "no Norte do Brasil, região visitada por nós recentemente."


O candidato do PSL já passou por duas cirurgias depois do ataque. O risco de infecção ainda é alto. O presidenciável precisa de muita oração. 

Filho de ditador amigo de Lula é preso em Viracopos com U$ 16 milhões

O vice-presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Obiang, junto com sua comitiva, foram abordados pela Polícia federal na sexta-feira, 14, no Aeroporto Internacional de Viracopos, Campinas.

Filho de ditador amigo de Lula é preso em Viracopos com U$ 16 milhões

Com eles, os agentes da PF encontraram US$ 16 milhões em dinheiro e relógios de luxo. Eram uma “vultosa soma de dinheiro em espécie, em diversas moedas”, e pertences de “elevado preço”, disse uma fonte do Jornal Estado.

A informação prestada em depoimento à PF foi de que  o vice chegou ao Brasil para ‘tratamento médico e posteriormente seguiria para Singapura em missão oficial’. Leminio Akuben MBA Mikue, secretário da Embaixada da Guiné Equatorial, afirmou que os US$ 16 milhões estavam relacionados à missão oficial.

Também foram encontradas duas armas de fogo, as quais foram lacradas no corredor da aeronave para que não desembarcassem no País posteriormente, haja vista que não haviam sido declaradas’.

General Mourão: "Estaria limpando as armas e aguardando o momento”

A grande mídia atacou o general Mourão, vice de Bolsonaro, ao criticá-lo o tachando de "antidemocrático".

Resultado de imagem para general mourão

A resposta do general foi á altura: “Não sei por que eu sou antidemocrático. Mas, tudo bem, deixa pra lá. É um carimbo que querem colocar em mim, que eu rejeito”, declarou. 

E completou: “Se eu fosse antidemocrático, não estaria participando de uma eleição. Estaria limpando as armas e aguardando o momento”.

O estudioso general voltou a defender um alteração na Constituição:

“Seria muito bom que pudéssemos trocá-la. Mas, todo mundo sabe muito bem que o presidente da República, por si só, não tem esse poder. As pessoas têm de ter consciência disso. O pessoal não gosta, acha um absurdo, mas eu tenho direito de externar a minha opinião”, justificou.

Lula está abalado: o plano fracassou

A troca de Lula por Fernando Haddad na disputa pela presidência da República deve acontecer no dia 11, data limite para o anúncio oficial.

Lula está abalado: o plano fracassou

O Partido dos Trabalhadores não vai fazer um grande evento para anunciar a candidatura, diz a Folha. “Em respeito a Lula, que está abalado.” Para os integrantes da cúpula da sigla, a luta “acabou". 

O plano de apresentar inúmeros recursos no TSE e no STF para postergar a decisão e o manter na disputa, fracassou. Enquanto isso, Jair Bolsonaro continua mais vivo do que nunca na disputa.