16 de julho de 2018

Meu agente da CIA favorito, diz esposa sobre Moro

A esposa do juiz Sérgio Moro, Rosângela Wolff Moro, aproveitou um momento a dois para fazer piada com a teoria da conspiração que seu marido é um agente da CIA infiltrado na Justiça brasileira para atacar líderes populares. Em seu Instagram, Rosângela postou uma foto com Moro e escreveu: “Meu agente da CIA favorito”.

Resultado de imagem para moro e rosangela

“Cuidado. Ele usa um chip. Tem poderes de abdução. Se você o encontrar não ouse olhar nos olhos dele. Serás abduzido”, escreveu.

Veja a publicação no Instagram

Cristiane Brasil chama Fachin de ‘vagabundo’ em mensagem de WhatsApp

A deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ), chamou o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, de vagabundo numa troca de mensagens de celular. Fachin é relator da investigação no STF (Supremo Tribunal Federal) da Operação Registro Espúrio, no qual Cristiane é alvo.

Imagem relacionada

A conversa foi registrada no dia 2 de junho, com o então ministro da pasta, Helton Yomura. Ela comentava sobre especulação da imprensa de Fachin ressuscitar o imposto sindical –o tributo foi extinto no ano passado pela reforma trabalhista.

“Olha esse vagabundo mostrando pra que veio”, escreveu.

O delegado da Polícia Federal, Leo Garrido de Salles Meira, em documento de 22 de junho, escreveu: “registro aqui que a ofensa gratuita proferida contra Vossa Excelência –que é publicamente reconhecido como um dos magistrados mais sérios e competentes deste país– reverbera sobre todo o sistema de persecução penal”, e requereu medidas contra vários investigados.

Gilmar Mendes arquiva inquéritos contra Aécio Neves e Jorge Viana

No último dia antes do recesso do Judiciário, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), arquivou nesta sexta-feira o inquérito que apurava se o senador Aécio Neves (PSDB-MG) recebeu propina referente a contratos de Furnas. 

Resultado de imagem para aecio neves e jorge viana

Mais cedo, um pedido da defesa do tucano para arquivar a investigação chegou a entrar na pauta da Segunda Turma do Supremo no dia 7 de agosto, primeiro dia da sessão do segundo semestre. O caso havia sido liberado para julgamento pelo próprio Gilmar.

O ministro também arquivou um inquérito que tinha como alvo o senador Jorge Vianna (PT-AC). Segundo delatores da Odebrecht, o petista tinha recebido R$ 1,5 milhão via caixa dois em sua campanha ao senado em 2010.

Presidente da Croácia dá exemplo ao custear a própria viagem e descontar as faltas do próprio salário

Grabar-Kitarovic tem chamado atenção pelo bom exemplo que passou – principalmente para muitos políticos pelo mundo (notoriamente no Brasil). 

Kolinda Grabar-Kitarovic

Afinal, Kolinda tirou folga para poder acompanhar aos jogos in loco, e para isso, está descontando de seu próprio salário os dias não trabalhados. 

Além disso, as viagens foram feitas em voos comerciais, pagas com seu próprio dinheiro, assim como os ingressos para as partidas.

Primeira mulher a ser presidente da Croácia, ela não era esperada na tribuna do jogo contra a Rússia, mas foi ao ser identificada na arquibancada que recebeu o convite para acompanhar o jogo ao lado do primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, e do presidente da FIFA, Gianni Infantino. Contudo, ela não conseguiu acompanhar in loco o maior feito da seleção de seu país nas Copas, pois voltou ao trabalho: na vitória por 2 a 1 contra Inglaterra na quarta-feira (11), Kolinda estava na cúpula da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) na Bélgica.

O contraste com a política brasileira é claro, principalmente diante dos casos de políticos usando dinheiro público para realizarem viagens que não são a trabalho. Recentemente, os deputados Paulo Pimenta e José Guimarães, do PT, viajaram para Curitiba para visitar o ex-presidente Lula na prisão com despesas pagas pela Câmara.